Fuzileiro que matou Bin Laden é proibido de voar com a Delta nos EUA

A Delta Airlines, empresa aérea norte-americana, resolveu banir dos seus voos comerciais Robert J. O’Neill, o fuzileiro naval que ficou conhecido por matar o terrorista Osama Bin Laden. O motivo? Ele se recusou a usar máscara.

A companhia de aviação estabeleceu como norma de segurança para a saúde dos clientes o uso de máscaras, seguindo as exigências e recomendações dos órgão mundiais da saúde no período de pandemia causado pela disseminação do novo coronavírus.

Robert postou uma foto em suas redes sociais sem máscara em um dos voos da Delta Airlines com a frase: “Não sou maricas”. A atitude fez o conselho da companhia proibir o fuzileiro de viajar com a empresa.

Em comunicado oficial à imprensa norte-americana, a Delta Airline afirmou que a punição não se restringirá apenas a Robert. “Todos os cleintes que não se adequarem à norma do uso de máscara correrão o risco de perder a capacidade de voar”.

Sem mais artigos