Esse projeto quer mostrar que nenhuma bunda no mundo é 100% perfeita

Por

Atualizado em 22/08/2017

Leia mais

Basta abrir a aba com a lupinha do Instagram para tomar uma verdadeira surra de bundas bem delineadas, bronzeadas, saradas e bem próximas de algo irreal. Imediatamente começamos a comparar aquilo que vemos no espelho com as tais bundas-padrão.

O curioso é que não chega nem perto, gente. Muitas blogueiras fitness têm derrubado essa ideia perfeitamente redonda e empinada as bundas de Instagram. Às vezes, elas só estão bem posadas; em outras, passaram por uma nada básica sessão de retoques.

Afinal, quem quer ver celulite, não é mesmo? Acontece que os furinhos indesejados existem, são mais comuns do que as pessoas imaginam e não deixam uma bunda menos bela ou desejável. Pelo contrário, é o que a torna real, de carne, músculo, pele e gordura.

Pensando nisso, duas artistas canadenses resolveram “catalogar” bundas femininas interessantes pelo mundo. O projeto “1001 Fesses”, ou “1001 Bundas”, de Emilie Mercier e Frédérique Marseille, quer mostrar que não existe esse papo de bundinha 100% perfeita n0 mundo.

Em entrevista ao BuzzFeed, as criadoras afirmaram que a proposta da iniciativa é derrubar estereótipos e padrões de beleza, mostrando que as mulheres já são lindas por aquilo que são, sem retoques ou intervenções.

Além disso, Emilie e Frédérique retratam as modelos de forma poética, sem aquele ar carregado e hipersexualizado das fotos de bundas tradicionais. O charme extra fica por conta da fotografia analógica, claro!

Vem ver:

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários