Lady Gaga cancela show por motivo de saúde

Itaici Brunetti

Por

Atualizado em 5/09/2017

Lady Gaga

(Foto: Divulgação)

Leia mais

Lady Gaga cancelou o show que faria nesta segunda, 4, no Bell Centre, em Montreal, Canadá. O motivo foi porque a Mãe Monstro ficou gripada após o show que fez no Citi Field, em Nova Iorque, onde precisou cantar embaixo de chuva.

Para os meus lindos fãs. Eu estou devastada por estar incapaz de me apresentar esta noite“, escreveu Gaga no Twitter.

Eu canto ao vivo o show inteiro e me orgulho por sempre dar ao máximo, mas quando cantei na chuva no Citi Field eu fiquei doente e forcei minha voz. Lamento muito por qualquer um que estava com o coração pronto para me ver esta noite. Eu amo vocês. Xoxo, Joanne“, explicou ela.

Gaga, faltam apenas 10 dias para o Rock in Rio. Melhore logo, por favor!

O que esperar de Lady Gaga no Rock in Rio 2017?

1 de 24
Compartilhe Twitter Google +

1. Pirotecnias e ação

"Gaga apresentou um espetáculo repleto de ação, com coreografias acrobáticas e trocas de figurino, que culminou em confetes, bolas de fogo e fogos de artifício em seu hino Bad Romance", descreveu o jornal inglês Guardian.

Créditos: Divulgação

2. Pop e R&B na veia

A Mãe Monstro mostrou  uma nova canção, "The Cure", construída a partir de uma levada R&B sem muitos adornos, antes de se transformar num coro pop

Créditos: Divulgação

3. Um olho na arte e outros nos negócios

Ela lançou a música comercialmente assim que saiu do palco no deserto da Califórnia, marcando sua primeira música nova desde que seu álbum mais recente, "Joanne", saiu em outubro.

Créditos: Divulgação

4. Uma nova mulher

A diva ofereceu uma prévia da turnê global que ela lançará em agosto para "Joanne", álbum que trouxe a artista de 31 anos mais associada ao pop clássico e ao country que ao synthpop.

Créditos: Divulgação

5. Muitos "homis"

Em "John Wayne", uma de suas canções mais country do novo disco, faixa em que ela admite atração para uma masculinidade acidentada, Gaga cantou em uma pirâmide humana formada por sua "etnicamente diversificada equipe de bailarinos", afirmou o jornal inglês Guardian.

Créditos: Divulgação

6. Voz

Outros momento destacado foi The Edge of Glory, quando o crítico do jornal inglês classificou a voz de Gaga como "brilhante".

Créditos: Divulgação

7. Hits

O hit "Telephone" quase trouxe o festival abaixo.

Créditos: Divulgação

8. Radiohead e Kendrick no chinelo

Para o Guardian, Gaga venceu a batalha dos headliners diante de Radiohead e Kendrick Lamar. "Radiohead não tiveram sorte com as suas falhas técnicas e Kendrick Lamar brincou com os limites das coisas que artistas headliners podem fazer e se safar, mas foi a apresentação de Lady Gaga, cheia de hits e de alta energia, que todos estavam falando sobre. Ela atraiu o maior público e teve uma resposta enorme da audiência, a qual conseguiu manter interessada ao longo do seu novo material, menos conhecido", resumiu a publicação.

Créditos: Divulgação

9. "Muódas"

Um caminhão de troca de roupas, brilhos e tendências. Gaga é sempre um farol sobre o que está rolando no mundo das moda para os little monsters.

Créditos: Divulgação

10. Jogação e tombamento

Gaga é intensa. Ela nunca sai do palco sem estar suada. Foi assim no deserto e assim deve ser na Cidade do Rock, no Rock in Rio.

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Créditos: Divulgação

Lady Gaga

Ma Monster, Gagaloo, Loopy, Mother Monster, Rabbit Teeth, The Germ, Stefi, Little Mermaid

Créditos: Divulgação

 
Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários