Toda despedida é difícil. Mas o adeus a Chadwick Boseman foi especialmente doído entre atores, fãs e admiradores. Não apenas por sua interpretação, mas por ser visto como uma inspiração, ter ajudado a dar forma à palavra “representatividade”.

Boseman faleceu na última sexta-feira (28), aos 43 anos, vítima de câncer. Segundo nota publicada em seu Instagram, ele estava em sua residência, acompanhado da esposa Taylor Simone Ledward e familiares. O eterno rei de Wakanda foi diagnosticado com câncer de cólon estágio 3 em 2016.

“Um verdadeiro guerreiro, Chadwick perseverou e trouxe até vocês muitos filmes que vocês passaram a amar. De “Marshall: Igualdade e Justiça” a “Destacamento Blood”, “August Wilson’s Ma Rainey’s Black Bottom” e muitos outros, todos foram gravados durante e entre diversas cirurgias e [sessões de] quimioterapia”, relatou a nota.

Nesta sábado (29), as redes sociais foram preenchidas com homenagens ao intérprete do Pantera Negra.

Josh Gad afirmou que“Chadwick era o T’Challah na vida real” e Michelle Obama ainda relatou que “há uma razão para que ele pudesse interpretar Jackie Robinson [“42 – A História de uma Lenda”], Thurgood Marshall [“Marshall: Igualdade e Justiça”] e o Rei T’Challah [“Pantera Negra”] com tamanha profundidade e honestidade cativante. Ele também sabia o significado real de perseverar”.

Chadwick ganhou homenagens dos Avengers:

Estou absolutamente devastado. Isso é mais do que triste. Chadwick era especial. Único. Era profundamente comprometido e um constante artista curioso, Poucos performers têm tanto poder e versatilidade. Ele tinha um trabalho incrível a ser feito pela frente. Sou infinitamente grato por nossa amizade. Meus pensamentos e orações estão com sua família. Descanse no poder, Rei.

Tudo o que tenho a dizer é que tragédias acumuladas neste anos só se fizeram mais profundas com a perda de Chadwick Boseman. Que homem, e que imenso talento. Irmão, você foi um dos maiores e sua grandeza estava apenas começando. Senhor, como eu te amo. Descanse no poder, Rei. 

O senhor Boseman elevou o nível do jogo enquanto lutava por sua vida… Isso é heroísmo. Lembrarei dos bons tempos, da risada e do modo como ele mudou o jogo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Gonna miss you mate. Absolutely heartbreaking. One of the kindest most genuine people I’ve met. Sending love and support to all the family xo RIP @chadwickboseman

Uma publicação compartilhada por Chris Hemsworth (@chrishemsworth) em

Vou sentir sua falta, cara. Absolutamente devastador. Uma das pessoas mais gentis e genuínas que já conheci. Enviando carinho e apoio a toda sua família. Descanse em paz.

Chadwick, você foi mais herói fora das telas do que nelas. Um modelo não apenas para mim no set, mas para milhões de outras pessoas ao redor do mundo. Você trouxe alegria e felicidade a tantos, e tenho muito orgulho por ter tido a chance de te chamar de amigo. Descanse em paz, Chadwick.

Chadwick era uma pessoa que radiava poder e paz. Alguém que representava muito mais do que ele mesmo. Alguém que tirava um tempo para ver como você realmente estava e dava palavras de encorajamento quando você se sentia insegura. Fico honrada por ter as memórias que tenho. As conversas, a risada. Meu coração está com você e sua família. Você fará falta e nunca será esquecido. Descanse no poder e em paz, meu amigo.

E de sua família de “Pantera Negra”:

 

Ver essa foto no Instagram

 

“It was meant to be for Chadwick and me to be connected, for us to be family. But what many don’t know is our story began long before his historic turn as Black Panther. During the premiere party for Black Panther, Chadwick reminded me of something. He whispered that when I received my honorary degree from Howard University, his alma mater, he was the student assigned to escort me that day. And here we were, years later as friends and colleagues, enjoying the most glorious night ever! We’d spent weeks prepping, working, sitting next to each other every morning in makeup chairs, preparing for the day together as mother and son. I am honored that we enjoyed that full circle experience. This young man’s dedication was awe-inspiring, his smile contagious, his talent unreal. So I pay tribute to a beautiful spirit, a consummate artist, a soulful brother…”thou aren’t not dead but flown afar…”. All you possessed, Chadwick, you freely gave. Rest now, sweet prince.” #WakandaForever

Uma publicação compartilhada por Angela Bassett (@im.angelabassett) em

[…] Durante a festa de lançamento de “Pantera Negra”, Chadwick me lembrou de algo. Ele sussurrou que quando eu fui receber minha condecoração honorífica da Universidade de Howard, sua alma mater, ele foi o estudante designado para me escoltar naquele dia. E lá estávamos nós, anos mais tarde, como amigos e colegas de trabalho, aproveitando uma das noites mais glamourosas! Passamos semanas nos preparando, trabalhando, sentando juntos todas as manhãs nas cadeiras de maquiagem, nos preparando para o dia, como mãe e filho. […] Tudo que você tinha, Chadwick, você deu gratuitamente. Agora descanse, doce príncipe. #WakandaParaSempre

Outras estrelas, da política, cinema, música e esportes, prestaram homenagens:

 

Ver essa foto no Instagram

 

I’ll always remember watching Chadwick in 42. Barack and I were alone in the White House, on a weekend night with the girls away. I was so profoundly moved by the rawness and emotion in the barrier-breaking story. And not long after, when he came to meet with young people in the State Dining Room, I saw that Chadwick’s brilliance on screen was matched by a warmth and sincerity in person. There’s a reason he could play Jackie Robinson, Thurgood Marshall, and King T’Challa with such captivating depth and honesty. He, too, knew what it meant to truly persevere. He, too, knew that real strength starts inside. And he, too, belongs right there with them as a hero—for Black kids and for all of our kids. There’s no better gift with which to grace our world. ❤️ Photo credit: @chuckkennedydc

Uma publicação compartilhada por Michelle Obama (@michelleobama) em

[…] Há uma razão para que ele pudesse interpretar Jackie Robinson [“42 – A História de uma Lenda”], Thurgood Marshall [“Marshall: Igualdade e Justiça”] e o Rei T’Challah [“Pantera Negra”] com tamanha profundidade e honestidade cativantes. Ele também sabia o significado real de perseverar. Ele também sabia que a verdadeira força vem de dentro. E ele também pertence ao lado deles, como um herói para crianças negras e para todas as crianças. Não há presente melhor para agraciar o nosso mundo.

Quero dedicar este pódio ao Chadwick. Tem sido um ano tão difícil para todos nós, mas ouvir esta notícia nesta manhã doeu. O que ele realizou e o legado que deixou é incrível para mim. Ele inspirou uma geração inteira de jovens negros e negras e lhes deu um verdeiro super-herói para se inspirarem. Descanse no poder, meu amigo.

Chadwick… Não tenho palavras para descrever minha devastação ao te perder. Seu talento, espírito, coração, autenticidade… Foi uma honra trabalhar ao seu lado, te conhecer… Descanse, príncipe. Que os voos dos anjos cantem para o seu descanso celestial. Eu te amo! Meu coração não aguenta mais, 2020! Por favor, Deus, já chega!

Todos nós estamos sentindo! Que você descanse em paz. Você nos deu tanta esperança e força. Obrigado por tudo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Você segue brilhando e representando nossa coroa em sua forma mais majestosa. Wakanda vive!✊🏾

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

Sem mais artigos