Hollywood acordou de luto neste sábado (29). Chadwick Boseman, o Pantera Negra, morreu na sexta-feira (28), aos 43 anos, vítima de um câncer de cólon. O ator lutava contra a doença desde 2016, quando foi diagnosticado no estágio 3.

Diante do falecimento do amigo, Josh Gad retornou ao Twitter para “compartilhar um pouco de beleza” e celebrar a vida do eterno rei de Wakanda. Ele, que havia prometido se afastar da rede social para se focar no trabalho, publicou uma das últimas mensagens enviadas por Boseman.

“Quebrando meu silêncio no Twitter para compartilhar um pouco de beleza. Essa foi uma das últimas mensagens do brilhante, e um daqueles talentos que vemos apenas uma vez na vida, Chadwick Boseman. Leia e celebre a vida. Ele sabia quão precioso era cada momento”, relatou Gad, que contracenou com o ator na cinebiografia “Marshall: Igualdade E Justiça”, lançada em 2017.

“Hoje, o céu recebeu um de seus mais poderosos anjos”, completou.

Leia a mensagem de Boseman na íntegra:

“Se você está em Los Angeles, acordou nesta manhã com um raro e pacífico som da precipitação constante. Se você é como eu, talvez tenha olhado a previsão do tempo desta semana e visto que deve chover por três dias consecutivos, sem intervalo para raios de sol e alívio do tempo úmido e melancólico, mas, sim, irá chover muito. Ótimo, estamos presos dentro de casa, na quarentena, por causa da Covid-19, e agora não podemos nem mesmo pegar um sol na Califórnia. Sério?

Mas agora que a chuva parou e a tempestade [prevista para] hoje se dissipou, peço que você saia e respire fundo. Repare como o ar fresco está agora, após nossos céus terem uma pausa de três semanas da habitual enxurrada implacável de fumaça vinda dos veículos de LA, e agora que a chuva de hoje deu à Cidade dos Anjos um longo e necessário banho. Inspire e expire este momento, agradeça a Deus pelas belezas únicas e maravilhas do dia.

Deveríamos tirar proveito de cada momento que podemos para aproveitar a simplicidade das criações de Deus, sendo elas céus limpos e ensolarados ou nublados com melancolia. E, ei, se o céu estiver limpo agora e chover amanhã, talvez eu coloque jarras e baldes lá fora para pegar a chuva. [Posso] jogar essa água no filtro e conseguir uma água mais alcalina do que a de qualquer outra marca.”

No Instagram, Gad deixou uma homenagem, em vídeo, sobre o amigo. Bastante emocionado, ele afirmou que “na vida, você encontra pessoas que possuem um outro nível de bondade. Esse era um homem mais do que talentoso e doava-se inacreditavelmente não apenas como ator, mas como ser humano”.

“Além de ser o Pantera Negra, Chadwick era o T’Challah na vida real”, afirmou.

“Ele era uma pessoa que se doava e doava e doava e nunca parou de se doar. 2020 tem sido devastador por tantas razões – [mas] esta dói porque levou alguém que, honestamente, era um dos melhores.”

Gad finalizou o vídeo enviando condolências à família e aos fãs do ator. Antes de desligar a câmera, disse: “Chadwick, descanse em paz, meu amigo. Eu te amo”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Josh Gad (@joshgad) em

Sem mais artigos