Michael B. Jordan publicou nesta segunda-feira (31) um texto de despedida a Chadwick Boseman, que faleceu na última sexta-feira (28) após batalhar por quatro anos contra um câncer de cólon.

Esta foi a primeira vez que o ator se pronunciou publicamente sobre a partida do amigo. Os dois contracenaram juntos em “Pantera Negra”: enquanto Boseman deu vida ao rei T’Challa, Jordan viveu o vilão Erik Killmonger.

“Estive tentando encontrar palavras, mas nada chega perto do que eu sinto. Tenho refletido sobre cada momento, cada conversa, cada risada, cada discordância, cada abraço… Tudo”, relatou o ator. E disso, concluiu: “queria que tivéssemos mais tempo”.

Jordan revelou que em uma das últimas conversas com o astro, Boseman afirmou que os dois estariam ligados para sempre: “e agora, a verdade disso significa mais para mim do que nunca”.

“Desde quase o início da minha carreira, começando com ‘All My Children’, quando eu tinha 16 anos, você abriu caminho para mim. Você me mostrou como ser melhor, honrar o propósito, e criar um legado. E quer você saiba ou não… Tenho assistido, aprendido e constantemente me motivado com sua grandeza. Queria que tivéssemos mais tempo”, escreveu.

A dupla interpretou o mesmo personagem na novela “All My Children”, de 2003. Boseman foi o primeiro intérprete de Reggie Montgomery, mas foi demitido por criticar a construção do personagem, baseada em estereótipos atribuídos aos jovens negros. Ele então foi substituído por Jordan.

“Tudo que você deu ao mundo… As lendas e heróis que você mostrou que somos… Irão viver para sempre. Mas a coisa que mais dói é que só agora entendo a lenda e herói que VOCÊ é”, desabafou. “Apesar de tudo, você nunca perdeu de vista o que mais amava. Você se importava com sua família, amigos, profissão e com seu espírito. Você se importava com as crianças, a comunidade, nossa cultura e humanidade. Você se importava comigo. Você é o meu irmão mais velho, mas nunca tive a chance de te dizer [isso], ou de realmente te dar suas flores enquanto você estava aqui. Queria que tivéssemos mais tempo.”

Jordan então continuou: “Mais do que nunca estou ciente que o tempo com as pessoas que amamos e admiramos é curto. Vou sentir falta da sua honestidade, generosidade, do seu senso de humor e dons incríveis. Vou sentir falta do dom de dividir espaço com você nas cenas. Estou dedicando o resto dos meus dias a viver como você viveu. Com graça, coragem e sem arrependimentos.”

Ao finalizar, escreveu: “‘Este é o seu rei!?'”, referindo-se a uma marcante passagem de “Pantera Negra”. “Sim. Ele. É! Descanse no poder, irmão”, respondeu.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Michael B. Jordan (@michaelbjordan) em

A homenagem fez internautas chorarem novamente a partida de Chadwick Boseman, o eterno rei de Wakanda.

Sem mais artigos