Plataforma desvenda curiosidades da independência

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira (18) a Agenda Bonifácio, plataforma cultural inédita em comemoração aos duzentos anos da independência do País. A iniciativa é um guia completo sobre o tema. O anúncio da plataforma, com gestão e produção da Amigos da Arte, foi feito pelo governador Rodrigo Garcia e pelo secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão direto do Museu do Ipiranga.

> Siga o novo Instagram do Virgula! Clique e fique por dentro do melhor do Entretê!

A Agenda vai oferecer ao público uma legítima jornada de conteúdo por meio da linha do tempo, com traçado histórico desde 1500 até os dias de hoje, curiosidades, notícias sobre a independência, destaques do acervo do Museu do Ipiranga, além de entrevistas com pensadores, historiadores, artistas, descendentes de figuras históricas e personalidades ligadas às programações do calendário. A plataforma inclui também vídeos com informações sobre a época, galeria de fotos e extensa programação cultural.

“Um marco tão importante para a história do país precisa ser celebrado ao longo de um período significativo, suficiente para que muitos eventos sejam comemorados. A plataforma será alimentada até dezembro de 2022 e depois se tornará um registro da celebração do bicentenário”, afirma Sá Leitão. “Escolhemos o nome de Bonifácio para a Agenda, pois ele foi uma figura importantíssima para o desenvolvimento da Independência do Brasil”, explica o secretário ao relembrar que José Bonifácio é reconhecido por muitos historiadores como o patriarca da independência.

Além de uma linha do tempo completa, a Agenda Bonifácio inclui um “varal” virtual – inspirado na literatura de cordel – com os destaques da sessão ‘Programação’. Nela, estarão contemplados todos os eventos, mostras, exposições, atrações culturais e acadêmicas, além de Notícias, cujos textos abordam assuntos diversos, como a exposição de Adriana Varejão na Pinacoteca de São Paulo, o restauro de quadros do Salão Nobre e os Ítens encontrados durante restauração do Museu do Ipiranga.

O público também pode passear pela sessão “Curiosidades” e descobrir mais sobre os bastidores do ‘Grito’, como, por exemplo, que o primeiro documento de separação de Portugal foi, na verdade, assinado por uma mulher. Em ‘Entrevistas’, estará sempre disponível um papo recheado de informações atualizadas e relevantes na voz de notórios pesquisadores, além de uma conversa exclusiva com a tataraneta de José Bonifácio.

A sessão “Destaques do Acervo”, traz informações sobre o Caminho do Mar, o Viaduto do Chá e a coleção de Selos Modernistas. Em “Pílulas”, há informações diversificadas como quem foi Maria Quitéria e a origem do nome Brasil e em “Outros Heróis”, os holofotes se voltam para figuras icônicas da independência e pouco conhecidas pelo grande público, como a primeira presa política do Brasil e personagens extraordinários que não viraram nomes de rua.

No tópico “Sobre” é possível conhecer mais a respeito da plataforma Agenda Bonifácio e navegar ainda em outras duas plataformas, a “Agenda Tarsila” e a “#CulturaEmCasa”, completando a jornada de conteúdo.

Agenda Bonifácio celebra 200 anos da independência do Brasil com programação exclusiva

Sem mais artigos