Oymyakon é uma vila remota da Sibéria é considerada o "assentamento habitado permanentemente mais frio do mundo". O inverno por lá acabou de atingir a marca de - 62°C. 

Reprodução Oymyakon é uma vila remota da Sibéria 

Bem-vindo a Oymyakon, uma vila onde os estudantes vão a escola no máximo até quando as temperaturas atingem -52 °C. A vila remota da Sibéria é considerada o “assentamento habitado permanentemente mais frio do mundo”. O inverno por lá acabou de atingir a marca de – 62°C.

No geral, que vive por lá já está acostumado com o gelo da região, mas desta vez o frio é ainda mais forte. A estação meteorológica oficial  registrou -59°C, mas alguns termômetros eletrônicos marcaram -62° C. Na verdade, os termômetros pararam de funcionar depois de atingirem essa temperatura. Alguns dos 500 habitantes locais, garante que as temperaturas já chegaram a -68°C.

Nas décadas de 20 e 30, Oymyakon era uma parada para pastores de renas que iriam molhar seus rebanhos da mina termal. Na tentativa de forçar sua população nômade a ficar por lá, o governo soviético transformou o local em um assentamento permanente. Em 1933, uma temperatura de -67,7 °C foi registrada na aldeia, aceita como a mais baixa do Hemisfério Norte.

 

Está tão frio na Sibéria que os termômetros da aldeia mais gelada do mundo quebraram

Sem mais artigos