A exposição fica em cartaz de 25 de janeiro a 12 de março

No dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, a LONA Galeria abre ao público a mostra coletiva Non Ducor, Duco, que reverencia a cidade em seus diferentes aspectos. Entre os artistas convidados, estão Eros di Nardi, Evandro Prado, Leo Sombra, Link Museu, Mirella Marino, Pio Figueiroa e Sueli Espicalquis.

Para homenagear e provocar a cidade que nos acostumamos a amar e odiar, elencamos artistas distintos que a reverenciam, seja nas paisagens, nos objetos, nos monumentos ou movimentos que ela mesmo inspira, protege e expurga”, afirma Renato De Cara, curador da exposição.

Além de abordar a dualidade da capital paulista, que é cheia de contrastes em questões sociais, étnicas, arquitetônicas e estéticas, a exposição apresenta uma grande diversidade de técnicas e plataformas. “Procurei elencar artistas que tenham forte relação com a cidade, independentemente de suas origens, e que olhem para ela por diferentes pontos de vista, assim como a própria cidade se comporta. Então teremos fotografias, aquarelas, gravuras, objetos, esculturas e pinturas, olhando ou para um detalhe específico da megalópole ou para os ambientes mais abertos das paisagens, sejam elas centrais ou periféricas”, destaca Renato.

A exposição Non Ducor, Duco é a primeira colaboração de Renato De Cara para a LONA Galeria. Non Ducor, Duco é uma expressão em latim que significa “Não sou conduzido, conduzo”. O lema está presente no brasão da cidade brasileira de São Paulo. O público pode conferir as obras de 25 de janeiro a 12 de março de 2022, e o espaço é aberto de quartas a sábados, das 13h às 18h.

Sem mais artigos