Muita gente não abre mão de ter um apartamento que tenha varanda, nem que ela seja BEM pequeninha. Afinal, é um charme mesmo! Porém, algumas são tão pequenas que muita gente acha que são praticamente inutilizáveis e a decoração e o aproveitamento do espaço acaba ficando para depois.

Mas nada melhor do que dicas de especialistas para provar que até varandas de 2,5 m² podem acabar virando estrelas dos apartamentos! A dupla Fernando Figoli e Patrícia Cillo, do escritório Figoli-Ravecca, e a arquiteta Ana Yoshida dão dicas de como deixar a varanda de apartamentos um ambiente ainda mais prazeroso.

Essa varanda tem apenas 8 m². O projeto do escritório Figoli-Ravecca teve ideia de conceber um espaço ideal para relaxamento e descanso dos moradores. O piso, revestido com madeira de demolição, segue a proposta de decoração de todo o projeto. As lanternas de chão tornam a iluminação intimista e cênica. Nesta varanda, com o bom uso dos espaços, foi possível criar uma área gostosa de descanso, usando uma poltrona compacta e estreita, banquinhos multifuncionais, e mesa redonda, que é melhor para ganhar espaço e desobstruir a passagem

Divulgação Essa varanda tem apenas 8 m²

“Uma boa dica é lançar mão de móveis compactos, que não atravancam a passagem e ocupam pouco espaço. Móveis compactos e versáteis, com vários usos, como banquinhos e pufes, são fáceis de levar de um lado para o outro e ocupam pouco espaço”, dá a dica Ana Yoshida. “Se a ideia for criar uma varanda como extensão da sala, convém usar o mesmo tipo de piso (com contrapisos na mesma altura, inclusive) para dar a sensação de amplitude e continuidade dos ambiente”, explica Fernando Figoli.

Confira na galeria alguns projetos realizados pelos arquitetos e inspire-se:

Varandas pequenas podem ser estrelas em apartamentos

Aqui a varanda tem 2,5 m², o deck do piso acabou também na parede, criando um movimento bem interessante no ambiente. Foram usadas duas cadeiras desmontáveis, que podem migrar de um lugar para o outro com facilidade. Note que na parede com deck há um pequeno nicho de 30 x 40 cm (12 cm de profundidade) com lugar para uma pequena horta disposta em xícaras. O projeto é do Figoli-Ravecca
Essa varanda tem apenas 8 m². O projeto do escritório Figoli-Ravecca teve ideia de conceber um espaço ideal para relaxamento e descanso dos moradores. O piso, revestido com madeira de demolição, segue a proposta de decoração de todo o projeto. As lanternas de chão tornam a iluminação intimista e cênica. Nesta varanda, com o bom uso dos espaços, foi possível criar uma área gostosa de descanso, usando uma poltrona compacta e estreita, banquinhos multifuncionais, e mesa redonda, que é melhor para ganhar espaço e desobstruir a passagem
Essa varanda de 10 m² é assinada por Ana Yoshida. Foi criada uma estante pra servir como extensão da sala de estar e lareira elétrica. O móvel é de madeira e a bancada e o nicho são de Caesarstone (pedra composta). Foram usadas cadeiras compactas e uma mesa relativamente compacta, para deixar a circulação mais livre e fluida. O banco, encostado na bancada, também ajuda nessa. A porta do armário é de correr, não perde espaço com a porta de abrir
A varanda aqui tem 6 m². Foi criado um banco, oferecendo mais lugar para receber as visitas. Esse banco também pode servir de apoio, usado como aparador
A varanda aqui tem 6 m². Foi criado um banco, oferecendo mais lugar para receber as visitas. Esse banco também pode servir de apoio, usado como aparador.
Aqui, a varanda de 8 m² também é uma extensão da sala de estar. A rede fica próxima do sofá, ajudando a criar essa extensão. O porcelanato original do piso foi mantido. Mesa e banquinho são essenciais em espaços assim, porque são versáteis (servem pra tudo), já que são fáceis de levar de um lado para o outro, pois são leves

 

Arquitetos dão dicas para pequenas varandas se tornarem grandes estrelas dos apartamentos

Sem mais artigos