Ator Luca Franzese ficou confinado com irmã morta por coronavírus

Apesar de as autoridades pedirem calma e dizerem para se evitar o pânico, o coronavírus causa cada vez mais medo nas pessoas ao se espalhar rapidamente pelo mundo inteiro. Na Itália, um caso triste chamou muita atenção nesta semana. Um ator e sua família foram obrigados a ficar cerca de 36 horas com o cadáver da irmã morta pelo Covid-19.

 

 

Luca Franzese passou quase dois dias com a família em sua casa, confinado ao lado do corpo da irmã, Teresa, que morreu aos 47 anos, vítima da doença causada pelo coronavírus. A Itália é o país com o maior número de casos e mortes fora da China.

 

Luca contou que ele e a família chamaram incessantemente várias funerárias de Nápoles, onde mora, e da região. Mas nenhuma quis atender aos pedidos. “A Itália nos abandonou”, disse ele em um post feito no Facebook nesta semana.

 

“Estou fazendo este vídeo para o bem da Itália, para o bem de Nápoles. Minha irmã morreu e estou esperando respostas. Eu tive que me colocar em autoisolamento. Eu posso ter o vírus. Para tentar salvar minha irmã, fiz respiração boca a boca”, disse Luca, emocionado.

 

Luca é estrela do programa Gomorra, que faz sucesso no país. Depois de quase dois dias, uma operação envolvendo autoridades e a polícia de Nápoles levaram o corpo de Teresa. Após exames, ficou contatada a morte pelo Covid-19.

Sem mais artigos