Mesmo com o declínio do número de barbearias tradicionais no centro de São Paulo, algumas resistem ao tempo mantendo a mesma técnica artesanal de fazer a barba e, podem acreditar, atendendo muitas vezes até três gerações da mesma família.

O ambiente dessas barbearias continua o mesmo de anos atrás: cadeiras giratórias, salão espelhado, barbeiros de navalha em punho, toalha quente e a velha pergunta: “Álcool, talco ou velva?”. Para os novinhos de plantão, a opção desses três produtos indica a finalização da barba.

Em São Paulo, algumas novas barbearias, com o desejo de resgatar o passado, criam ambientes ao estilo retrô, decorando o local com móveis com cara de antiguidade. 

História

Barbeiro é uma das profissões mais antigas do mundo, sendo que a navalha já era usada no Egito em 3500 a.C. A Grécia antiga importou da Macedônia o costume de raspar a barba. A barbearia chegou a Roma em 296 a.C. e logo se tornou popular, tanto que a primeira barba feita de um jovem era considerada um ritual de passagem. Historicamente, as barbearias sempre foram consideradas um lugar de encontros sociais, divulgação de notícias, fofocas e debates.

O Virgula Lifestyle visitou cinco barbearias de SP que oferecem atendimento e cuidados tradicionais. Então, já sabe, se bater uma saudade dos velhos tempos é só dá uma corridinha até elas!

Barbearia Phidias

O salão Phidias funciona desde 1965 e seu primeiro proprietário, o italiano Bruno Mingozzi, batizou o salão de Phidias em homenagem ao célebre escultor grego que viveu entre 490-430 a.C.

Além dos serviços básicos de corte de cabelo, manicure e engraxate, seu atual proprietário Luis Antonio da Silva preserva a tradição ao fazer a barba de forma artesanal. A barbearia foi por muitos anos a favorita do apresentador Abelardo Barbosa, o Chacrinha. 

Endereço: Rua 24 de maio, 77, loja 8, Galeria R. Monteiro (próx. Teatro Municipal)
Tel: 3223-6334

Salão Lírico

O siciliano Gaspare Mirrione, de 76 anos tem o Salão Lírico desde 1980 e fez da barbearia um dos pontos de encontro mais disputados da charmosa Galeria Bulevar. No início dos anos 80, Gaspare chegou a abrir o salão para que clientes pudessem assistir a espetáculos operísticos em seu videocassete, a última novidade na época.

O Salão continua em atividade até hoje, com metade da clientela, que, após a decadência comercial do centro de SP, migraram para outras praças.

Endereço: Rua 24 de maio, 188, Galeria Dom José, loja 13, República
Tel: 3223-1634

Barbearia Kimura

A barbearia é propriedade da senhora Kimura, que veio do Japão para plantar algodão em solo brasileiro. O serviço da barbearia é diferenciado porque tudo é feito com muita calma e o cliente ainda tem direito a uma limpeza de ouvido, massagem com máquina e massagem manual. Até chazinho é servido no local.

O Virgula Lifestyle entrou em contato com a proprietária para mais informações, como o ano de inauguração do salão, mas ela não quis entrar em detalhes e afirmou que a barbearia é restrita aos orientais que vivem no bairro. 

Endereço: Rua Américo de Campos, n°76 – Liberdade- SP
Tel: 3207-2964

Salão Genial

O português José Borges da Silva, de 87 anos, divide hoje o espaço com um colega no Salão Genial, que existe desde 1978. A barbearia, com espaço estreito e móveis simples e antigos, também preserva a tradição ao fazer a barba de forma artesanal. 

Endereço: Rua Basílio da Gama, 77, Republica
Tel: 3259-9624

Salão Center

O português João Cavalheiro abriu a sua barbearia em 1972 e hoje em dia diz que utiliza o mesmo método que antigamente para atender os seus clientes. A especialidade da casa é fazer barba estilo americana com a clássica toalha quente.

Endereço: Rua Caconde, 23, Jd Paulista 
Tel:
9658-5562

Sem mais artigos