Em pleno ano de 2012 ainda tem gente que pensa que os tempos não são tão modernos assim. É o caso de uma escola em Manchester, no Reino Unido, que proibiu uma aluna de frequentar as aulas porque a adolescente pintou os cabelos de vermelho. Segundo informações do “Mail Online”.

A escola acredita que a menina Fern Burke, de 14 anos, deveria estar com os fios na cor natural, o preto.  Mas segundo a mãe dela, Tracey Burke, elas sabiam que era proibido pintar os cabelos no colégio, por isso a filha fez a mudança quando estava de férias.

Fern sempre quis experimentar tingir o cabelo de vermelho. Como eu sei que isso não é permitido na escola, esperamos as férias de verão para fazer isso. Depois de sete semanas fora, a cor tinha desaparecido de forma significativa e ela voltou para a escola. Quando chegou lá lhe disseram que a cor era ainda muito vermelha e ela deveria pintar de preto para poder voltar a frequentar o local”, contou a mãe da adolescente.

Tracey disse ainda que ela se recusa a pintar o cabelo de qualquer cor mais escura. “A última vez que ela tingiu o cabelo preto ela foi vítima de bullying. Compreensivelmente, ela não quer experimentar isso de novo”.

A mãe acrescenta dizendo: “Eu não acho que é justo isso considerando que há professores da escola com o cabelo roxo e outros funcionários com os cabelos que também não são cores naturais”.

“Eu entendo a necessidade de regras dentro da escola – em preparação para o ambiente de trabalho – mas me diz qual é o trabalho onde você iria ser enviado para casa ou demitido por causa da cor de seu cabelo?”, afirmou.  

comente

Britânica é barrada na escola por pintar cabelo de vermelho

Sem mais artigos