(Da redação) – O ex-banqueiro e ex-dono do Banco Marka, Salvatore Cacciola, deve ser transferido ainda hoje para o presídio de segurança máxima Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da cidade. Cacciola chegou ao Brasil na madrugada de hoje.

Em entrevista coletiva na Superintendência da Polícia Federal no RJ, Cacciola disse que "confia na Justiça" brasileira. "É bom lembrar que as pessoas que foram condenadas comigo neste processo estão livres, só o Cacciola está preso. E eu não estava fazendo nada diferente deles, só que estava lá na Itália", disse ele.

"Eu sempre estive e estou a disposição da Justiça. A única diferença é que eu estava na Itália", completou o ex-banqueiro, que foi condenado à revelia no Brasil a 13 anos de prisão por crimes financeiros.

Cacciola afirmou na coletiva que nunca foi foragido. "Eu saí do Brasil oficialmente, com o passaporte carimbado, graças a uma decisão do STF, do ministro Marco Aurélio Mello. Depois, só quando eu já estava lá, a decisão foi anulada, e então eu resolvi ficar", afirmou.

Logo após a entrevista, Cacciola foi transferido para o presídio Ary Franco, no bairro da Água Santa, zona norte do Rio, onde divide cela com outros presos. O advogado Carlos Eli Eluf, que defende o ex-banqueiro, afirmou à agência Reuters que ele apenas passará por uma triagem e, depois, será encaminhado ao presídio de Bangu 8. No presídio ele terá uma cela individual.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos