Conhecido mundialmente como reduto da prostituição na cidade de Amsterdam, na Holanda, o Red Light District virou cenário para uma campanha contra o tráfico de mulheres e turismo sexual da organização Stop The Traffik.

Poderia ser uma típica noite no bairro, pessoas bisbilhotando as vitrines em busca de mulheres, mas algo diferente estava para acontecer. Seis bailarinas representando prostitutas executaram uma perfomance surpresa para a plateia de curiosos.

Sincronizadas cada uma numa vitrine do mesmo prédio, elas fazem aparições individuais ao som da banda Raveyards. 

Ao fim da apresentação, as seguintes frases aparecem num telão localizado na parte superior do prédio: “Todo ano milhares de mulheres são atraídas pela promessa de serem dançarinas na Europa. Tristemente, elas terminam aqui (se prostituindo nas vitrines)”.

 Assista abaixo o video da campanha que está circulando na internet:

 

Sem mais artigos