Reprodução/KMBC

Um casal não deixou que o diagnóstico de Covid-19 do noivo frustrasse o plano de oficializar a união. Justin e Stephanie Armstrong, do Missouri, nos Estados Unidos, decidiram se casar por chamada de vídeo.

O rapaz testou positivo um dia antes da cerimônia, que estava prevista para acontecer no último sábado. Levado ao hospital, recebeu uma proposta inesperada da noiva: “e se a gente se casasse hoje?”

“Parecia que várias coisas ruins estavam acontecendo”, contou Justin ao canal KMBC, filiado da ABC. “Queria que algo de positivo saísse disso”. Então ele aceitou o pedido.

Mesmo com a festa de casamento suspensa, eles fizeram a cerimônia acontecer e convidaram as enfermeiras para participarem deste momento. As profissionais levaram Stephanie até a capela do Saint Luke’s Hospital, enquanto Justin a “aguardava” em um quarto isolado. A união foi oficializada por um amigo.

“O objetivo é se casar com a pessoa que você ama e é isso que fizemos. Acabou sendo um milhão de vezes melhor do que eu esperava”, descreveu Stephanie.

Segundo o casal, a nova festa de casamento e a lua de mel devem ocorrer no segundo semestre.

Sem mais artigos