(Da redação) – Alegando enfrentar resistências dentro do Ministério da Cultura, o ator Celso Frateschi pediu demissão de seu cargo de presidente na Funarte, na noite da última segunda-feira (6). Em uma carta entitulada “O transatlântico fantasma”, ele diz que há um “movimento articulado de alguns funcionários e de alguns setores do Ministério da Cultura para desestabilizar minha gestão na presidência da Funarte”.

Antes de assumir o cargo, nomeado pelo ex-ministro Gilberto Gil, Frateschi já havia sido secretário de Cultura de São Paulo, na gestão de Marta Suplicy, e duas vezes secretário de Cultura de Santo André, nas administrações de Celso Daniel.

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos