(Da redação) – Mesmo em clima de jogos olímpicos, a China mostra que está realmente preocupada com a questão ambiental.

Nesta semana, o Ministério de Finanças anunciou o aumento das taxas sobre carros maiores, que consomem mais combustível e poluem mais. Em contrapartida, baixou as taxas sobre carros econômicos e menos poluentes.

Depois da alta no preço dos combustíveis, a nova medida tenta frear a venda dos carros com motores 3.0 e 4.0. Agora, quem quiser comprar tais veículos terá que desembolsar entre 15% e 25% a mais que o preço normal.

O aumento da taxa foi maior para modelos com potência acima de 4.0: 40% a mais de imposto. O valor cobrado foi mantido para carros com motor entre 2.2 e 3.0 (9%) e entre 1.0 e 2.2 (5%). Para veículos com potência igual ou menor que 1.0, a taxa caiu de 3% para 1%.

Hoje, a China é o segundo maior mercado automotivo do mundo, com cerca de 40 milhões de veículos circulando diariamente. Tais medidas também são necessárias para tentar amenizar uma previsão da Agência Mundial de Energia. Segundo a AME, em 2010 a China consumirá 20% da energia de todo o mundo.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos