(Da redação) – A cobrança do pedágio em seis trechos de estradas federais privatizadas, prevista para começar nesta sexta-feira, dia 15, foi adiada. De acordo com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), o motivo é que trabalhos como a reparação de problemas emergenciais nas estradas, entre eles a construção das praças de pedágio, não foram concluídos. Com isso, a cobrança só deve ser autorizada em outubro ou novembro.

O atraso pode pesar no bolso do motorista, já que a ANTT disse que os gastos a mais ou prejuízos das empresas por causa do atraso – pois algumas empresas tiveram que esperar a desapropriação das áreas para construir os pedágios, o que demorou a ser autorizado – poderão ser repassados às tarifas.

Os trechos privatizados são os da BR-153, (divisa Minas e São Paulo, e divisa São Paulo-Paraná), BR-116 (Curitiba e divisa de Santa Catarina-Rio Grande do Sul), BR-101 (divisa Rio-Espírito Santo e na Ponte Presidente Costa e Silva), BR-381 (em Belo Horizonte e São Paulo, na Fernão Dias), BR-116 (em São Paulo e Curitiba, na Regis Bittencourt) e as BRs-116, 376 e 101 em Curitiba e Florianópolis.

Abaixo, confira os telefones das concessionárias das estradas para tirar dúvidas:

BR -153 da divisa de MG com SP à divisa de SP com PR – 0800 7230 153

BR-116 de Curitiba até a divisa de SC com RS – 0800 6420 116

BR-101 da divisa do RJ com o ES à Ponte Presidente Costa e Silva – 0800 2820 101

BR-381 em Belo Horizonte e São Paulo (Fernão Dias) – 0800 2830 381

BR-116 entre São Paulo e Curitiba (Regis Bittencourt) – 0800 7090 116

BRs-116, 376 e 101 entre Curitiba e Florianópolis – 0800 7251 771

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos