(Da redação) – Cientistas americanos descobriram que o córtex cerebral de viciados em cocaína é menor do que o de pessoas não usuárias da droga. Isso pode ajudar a explicar alterações de comportamento em quem abusa da substância, como menor capacidade de motivação e concentração.

No estudo, realizado por uma equipe do Hospital Geral de Massachusetts, foram comparadas imagens de ressonâncias magnéticas dos cérebros e viciados e não viciados. No primeiro grupo, foram verificadas alterações na espessura de algumas regiões do córtex, justamente as que controlam a motivação. Essas mudanças não foram vistas nos cérebros de quem consome outras substancias, como álcool ou nicotina.

(com informações do UOL)

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos