(Da redação) – Três administradores anônimos e 755 mil participantes inscritos contra a Associação Antipirataria Cinema e Música (APCM). Os integrantes da comunidade “Discografias”, no Orkut, têm visto parte de seu trabalho ser apagada constantemente, mas nem por isso pensam em desistir. Segundo o coordenador antipirataria da APCM, Edner Bastos, ninguém tem mais arquivos violando direitos autorais do que o grupo.

Mas, embora tenha o apoio do Google quando solicita a exclusão dos links para download dos discos, a associação não deve conseguir grandes vitórias. Para tirar de vez a comunidade do ar, eles teriam que provar que cada um dos tópicos tem conteúdo ilegal.

Os administradores da Discografias, que se identificam apenas como Madruga, Cris e Chris, aceitaram falar à Folha de S. Paulo, mantendo as verdadeiras identidades em segredo. Eles confirmam que alguns tópicos são deletados pelo Google e que isso se tornou mais freqüente depois que a administração do Orkut foi transferida para o Brasil. Mas, de qualquer forma, garantem que vão continuar com a comunidade. E, caso algum dia ela seja realmente tirada do ar, pretendem continuar em outro tipo de fórum ou mesmo criar um blog.

A briga deve continuar, mas a tendência é que a APCM continue “enxugando gelo”. No primeiro semestre deste ano, por exemplo, ela já conseguiu apagar da internet 118.750 links de filmes e músicas, 22.113 blogs e 20.332 arquivos P2P. Números que até impressionam quem não tem familiaridade com comunidades e blogs de compartilhamento, mas que representam uma parcela muito pequena do total, que aliás aumenta diariamente. O próprio diretor de comunicação do Google no Brasil, Félix Ximenes, admite que é tudo uma questão de tempo: “…você sabe, a gente deleta uma, eles criam outra."

(com informações da Folha Online)

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos