(Da redação) – O gelo que cobre o Oceano Ártico derreteu ao segundo nível mais baixo já registrado desde que os levantamentos por satélite tiveram início. As informações são de cientistas do Centro Nacional de dados de Gelo e Neve do governo dos Estados Unidos. O degelo de 2005, que era considerado o segundo mais grave até então, foi superado pela marca atual.

Como o verão boreal de 2008 ainda vai demorar algumas semanas, a perda de gelo pode bater o recorde de 2007, segundo os cientistas. Grupos ambientalistas afirmam que o degelo é mais um sinal de alerta para o aquecimento global.

O Centro de Dados de gelo e Neve, baseado na Universidade do Colorado, informou que o gelo, nesta segunda-feira, 25, derreteu abaixo do mínimo de 5,3 milhões de quilômetros quadrados registrado em 21 de setembro de 2005. O dado apurado para 2008 é de 5,2 milhões de quilômetros quadrados. A menor mínima já registrada é de 4,2 milhões de quilômetros, registrada em setembro de 2007.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos