Ensinamentos sobre o meio-ambiente para as crianças é fundamental para o futuro

Em um mundo cada vez menos preocupado com a degradação ambiental, ainda há a esperança de fazer das crianças futuros cidadãos do bem capazes de ajudar a retrair um pouco a crescente destruição.

A crise climática prevista pelos cientistas dá sinais de que pode estar mais próxima do que o esperado, com desastres como as inundações nas ruas da Alemanha, temperaturas acima dos 40ºC no Canadá e focos de incêndios florestais na Grécia ocorrendo no ano de 2021.

Aline Paes de Barros, diretora do Marista Escola Social Lar Feliz, pontua que esses ensinamentos são especialmente importantes na primeira infância. “As crianças que aprendem desde cedo que é preciso preservar e respeitar a natureza tendem a fazer escolhas mais sustentáveis de forma natural à medida que vão crescendo”, explica.

Pensando no benefício para um bom entendimento das crianças sobre o papel no futuro quanto ao meio-ambiente, Aline separou algumas dicas que podem ser usadas pelos pais.

Plante uma horta: alguns alimentos são fáceis de serem cultivados, como o tomate-cereja, os morangos e temperos. Cuidar da horta na companhia da criança é um ótimo jeito de fazê-la ter contato com as sensações e cheiros das plantas e entender seus ciclos de vida.

Separe o lixo: separar o lixo orgânico do reciclável é uma lição muito importante e os filhos aprendem com o exemplo dos pais. Também é necessário ensinar que rejeitos como pilhas, remédios e óleo de cozinha usado precisam de um destino diferente do lixo comum ou reciclável.

Estimule o conhecimento sobre a preservação ambiental: assistam juntos desenhos, filmes ou documentários com essa temática. Assim, você pode usar as obras como exemplo para conversas sobre a importância de proteger a natureza. Alguns exemplos são a animação “Princesa Mononoke”, o longa brasileiro “Tainá – Uma Aventura na Amazônia” e “Professor Polvo”, documentário ganhador do Oscar.

Ensine atitudes transformadoras: dando o exemplo, mostre a importância de economizar recursos como a água e a energia elétrica, não desperdiçar alimentos e não sustentar comportamentos consumistas ao comprar ou substituir produtos quando não há a real necessidade.

Dialogue: procure incentivar que a criança participe e dê opinião quando vocês conversarem sobre o meio ambiente. Assim, ela se sente parte do assunto, o que pode contribuir para que se importe genuinamente com ele.

Sem mais artigos