Existe um tipo de violência que não deixa hematomas, cicatrizes ou marcas profundas na pele. Ela se manifesta por meio de gestos, censuras, olhares e atitudes que nada lembram a tradicional e brutal violência física. É uma ameaça invisível e implacável, imperceptível até mesmo para as vítimas que estão submetidas a algum tipo de abuso emocional e psicológico. Discutir e identificar relacionamentos abusivos é o objetivo da hashtag #EleNãoTeBate, que está ganhando força nas redes sociais. A ideia é mostrar que um relacionamento não precisa atingir um determinado nível de agressividade e desrespeito para ser considerado abusivo e violento.

Com o relato de experiências e traumas pessoais, mulheres têm compartilhado suas histórias e descoberto sinais clássicos de abuso emocional. “#EleNãoTeBate, mas repete o tempo inteiro que você é burra e não duraria muito tempo sem ele”, diz um dos posts publicados no Facebook. Você consegue adivinhar quantas mulheres já ouviram esse tipo de ameaça? É muito mais do que podemos imaginar, infelizmente.

Por isso, a conscientização é essencial para quebrar o ciclo de violência e abuso. As vítimas precisam ter consciência de que estão em relacionamentos tóxicos, sem perspectiva de melhora ou evolução. Separamos alguns dos melhores relatos com sinais de que você pode estar vivendo um relacionamento abusivo. Para ler mais, basta clicar na hashtag no próprio Facebook. Presta atenção!

Abuso também pode ser financeiro

Relacionamento abusivo e chantagista

Sexo forçado não é sexo, é estupro

Ele não te bate, mas diz que você não duraria um minuto longe dele

Ele não te bate, mas regula e desaprova todas as suas amizades

Sem mais artigos