Melhores amigas, Ashley e Toya descobrem que são irmãs

Casos de família. Não estamos falando do programa do SBT, não. Este, na verdade, não aconteceu nem no Brasil. A emoção de uma situação inusitada ocorreu na Pensilvânia, nos EUA. Melhores amigas desde a adolescência descobriram anos mais tarde que, na verdade, são meia-irmãs.

 

 

Ashley Thomas e Toya Wimberly eram inseperáveis desde que se conheceram no ensino médio de uma escola, mas nem desconfiavam que a intensa ligação de uma com a outra tinham um significado real: eram meia-irmãs.

 

Já bem crescidinhas, Ashley, de 31 anos, descobriu que sua mãe, que havia falecido, teve um caso com o pai de Toya, que tem 29. A mulher escondeu da filha quem era o seu verdadeiro pai até conseguir revelar a verdade em 2005.

 

Muito tempo depois, uma amiga da mãe de Ashley viu fotos do casamento de Toya no Facebook, nas quais aparecia Kenneth, o pai. Ela resolveu investigar até que ele admitiu ter tido um caso com Michelle. Após fazer um exame de DNA, tudo foi esclarecido.

 

Toya contou à reportagem do canal ABC, dos EUA, que sempre se sentiu muito bem ao lado de Ashley e que, desde que a conhecera, uma conexão forte chamava a sua atenção. “Sempre fui próxima de Ashley, como se ela fosse a minha irmã mais velha. Ela era bem parecida comigo”, contou.

 

Ashley e Toya ficaram muito felizes com a descoberta, sem qualquer ressentimento com os pais. Para celebrar a descoberta, resolveram viajar sozinhas para a Flórida.

Sem mais artigos