Pai registra vida da filha com deficiências

Quando descobriu que a esposa estava grávida, o fotógrafo polonês Leon Borensztein decidiu que ia documentar a vida da filha, que seria batizada como Sharon, antes mesmo da manina nascer. Quando ela veio ao mundo, entretanto, os planos de registrar os primeiros passos, as primeiras pedaladas numa bicicleta e ela correndo com outras crianças para lá e para cá acabaram tendo que ser mudados, pois ela nasceu cega, com dificuldades motoras graves e problemas musculares.

Depois de um tempo, Sharon ainda foi diagnosticada com autismo de descobriu-se que ela tinha problemas para falar. O pai, que criou a menina sem a ajuda da mãe, tentou fazer com que ela tivesse a vida o mais normal possível. Ele também entrou em conflito consigo mesmo, pois não sabia se deveria fotografá-la como um pai, ou como um fotógrafo profissional e nem se deveria focar em sua beleza ou nas deficiências.

No fim das contas, depois de trinta anos, as imagens acabaram resultando num livro com o mesmo nome da garota, Sharon, que atualmente está sendo financiado no Kickstarter. Se liga em algumas das fotos na galeria abaixo!

Sem mais artigos