Trabalhando com a Cruz Vermelha da Noruega e a agência de publicidade POL, a IKEA instalou um modelo de casa síria dentro de sua loja. O local, na verdade, é uma réplica de uma casa que fica em Damasco e pertence a uma mulher que se chama Rana. Ela vive ali com nove integrantes da sua família

Reprodução

Clientes da IKEA – empresa transnacional especializada na venda de móveis de baixo custo – tiveram uma grande surpresa ao entrar na filial que fica na Noruega.

Eles esperavam encontrar inspirações e ideias de decoração para suas casas, mas o que encontraram foi um aviso poderoso para uma companha que quer alertar o mundo sobre as horríveis condições que vivem os refugiados sírios.

Trabalhando com a Cruz Vermelha da Noruega e a agência de publicidade POL, a IKEA instalou um modelo de casa síria dentro de sua loja. O local, na verdade, é uma réplica de uma casa que fica em Damasco e pertence a uma mulher que se chama Rana. Ela vive ali com nove integrantes da sua família.

A instalação se chama 25 m² de Síria, já que a casa inteira, que é habitada por dez pessoas, cabe exatamente em 25 m². “Quando tivemos que fugir para essa área para ter segurança, nós não tínhamos dinheiro para alugar um lugar melhor. Nós não tínhamos dinheiro para colchões ou cobertores, ou até roupas para as crianças”, contou Rana para o time da Cruz Vermelha.

Cada peça dentro da casa vem com uma etiqueta, que em vez do preço, leva um recado para que as pessoas contribuam com a causa.

Veja o vídeo abaixo para conhecer melhor o projeto:

Sem mais artigos