Em sua 17ª edição, o Festival de Frutos do Mar de Rio das Ostras chega à sua reta final. Até o dia 30 de novembro, onze restaurantes da cidade da Região dos Lagos fluminense oferecem pratos especiais, de receitas inéditas, a um preço único de R$ 25. A ideia é incentivar a população local a conhecer e frequentar os restaurantes e, claro, atrair turistas. O evento, que serve ainda como fomento e divulgação da pesca local, é promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, além da Fundação Instituto da Pesca do Rio de Janeiro e do Rio das Ostras Convention & Visitors Bureau.

Bar da Boca, Bartrô Restaurante e Bistrô, Casa da Praia, Rancho da Baiana, Macaxeira e Dê Gastronomia são algumas das casas que participam do festival. Na reta final, em sua última semana, o festival traz algumas surpresas. Quando acabar, um sorteio vai premiar uma pessoa entre os que frequentaram pelo menos quatro dos onze restaurantes: o sortudo ganhará um jantar para duas pessoas, desde que tenha adquirido o “passaporte” do festival, com quatro carimbos.

Durante o evento, o maior festival de gastronomia da cidade, marcaram presença chefs famosos, “importados” do Rio de Janeiro, como Pedro de Artagão, do restaurante Irajá Gastrô, Francesco Carli, chef executivo do Copacabana Palace, além do chef José Hugo Celiônio, curador do evento. Todos ministraram workshops de gastronomia no espaço montado especialmente para as aulas, na Praça São Pedro, centro de Rio das Ostras. O enólogo Juliano Carraro, da Vinícola Lídio Carraro, escolhida pela Fifa para ser a vinícola oficial da Copa do Mundo, também deu aulas de enogastronomia.

Lulas, camarões, polvo e etc. são acompanhados de peixes e outros ingredientes e formam combinações imperdíveis. Por vezes, até inusitadas, como a entrada de presunto de parma recheada com salada americana com tentáculos de polvo, do restaurante Macaxeira – que, aliás, ousou menos no prato principal e preparou um ravióli de aipim com frutos do mar. Já o Bartô Restaurante e Bistrô, do chef Pedro Rodrigues, apresenta quatro novos pratos criados especialmente para o festival, entre eles, o “Aromas do mar”, formado por purê de batata rústico refogado com jambu acompanhado de mix de peixes, camarão, lula e vôngole. 

Ainda não se sabe o quanto a frequência das casas participantes aumentou durante este mês de novembro, mas a julgar pelo sucesso dos últimos anos, pode chegar a 50% a mais.

Sem mais artigos