(Da redação) – A amizade da soldado americana Gwen Beberg e de Ratchet, o cachorro que ela adotou no Iraque, vai continuar, agora nos Estados Unidos. Depois de muita insistência, o animal foi finalmente enviado para Minneapolis, no estado de Minnesota, onde a mãe de Beberg estará à sua espera. A militar volta para casa em novembro.

O Exército americano proíbe que seus soldados adotem animais de estimação nos países onde estão servindo, alegando questões sanitárias e dificuldades em cuidar dos bichos. Ainda assim, quando Gwen encontrou Ratchet em meio a uma pilha de lixo em chamas, não pensou duas vezes. De acordo com a mãe da militar, o cachorro tem tido papel essencial durante a estada de sua filha no Iraque. "Ele tem sido o suporte emocional, o confidente, e a conexão com algo além da zona de guerra", disse.

O caso de Ratchet ganhou atenção internacional quando o Exército negou o pedido de sua dona para que ele fosse enviado aos Estados Unidos. Uma petição online foi criada e recebeu mais de 65 mil assinaturas. Mas, mesmo com a autorização, faltava quem se responsabilizasse pelo transporte. Uma companhia privada aceitou a missão e o cão embarcou no domingo (19) rumo ao seu novo lar.

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos