(Da redação) A sentença de morte da floresta amazônica foi dada. Quando o desmatamento chegar a 50%, ela deixará de existir e se transformará numa savana. A alarmante afirmação faz parte de um estudo divulgado em Manaus pelo pesquisador Gilvan Sampaio, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Aproximadamente 20% da floresta já foi abaixo. Segundo um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais, de 2006, se o ritmo de derrubada atual continuar, se chegará nos 50% em 2050.

O leste da Amazônia, formado principalmente pelo Pará, sofreria o maior impacto. “Toda essa parte viraria uma savana”, disse Sampaio, cujo estudo é sua tese de doutorado. “A savana é um ecossistema muito pobre em espécies, diferente do cerrado, que é riquíssimo", lembra o pesquisador. Sem falar na gigantesca quantidade de carbono emitida pelo desmatamento, com terríveis consequências para o aquecimento global.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos