Quem tem animais de estimação sabe muito bem como é difícil o momento em que eles estão com poucos dias de vida pela frente.

A fotógrafa Sara Beth, especializada no registro de bichinhos, realizou um ensaio exatamente com esse foco, a fase terminal e a triste despedida dos donos e seus cachorros. (Veja na galeria acima!)

A notícia triste é que poucos dias depois das fotos, eles morreram. :/

Como proceder

Muita gente não sabe como agir quando o pet está em estado terminal. Neste momento a emoção toma conta e por isso, o Virgula Lifestyle te ajuda com algumas dicas úteis nessas horas.

Segundo especialistas, em quase todos os casos, a orientação é de que o profissional aplique a anestesia geral antes de matar o animal. Mas isso só deve ser feito se ele estiver comprometido de forma irreversível, se os custos do tratamento forem incompatíveis ou se representar risco à saúde pública ou ao meio ambiente.

Depois de morto, o animal pode ser cremado pela família. Na cidade de São Paulo, a prefeitura oferece o serviço gratuitamente e ainda busca o animal na casa do dono. Outra opção é deixá-lo em uma câmara refrigerada na clínica veterinária de sua confiança.  

O momento nunca é fácil, mas nessa hora vale lembrar o quanto aquele bichinho te fez feliz. Assim como acontece no livro que virou filme, “Marley e Eu” =)  

Sem mais artigos