Jacob tem uma conexão especial com os cachorros de um canil em Gardena, na Califórnia. Todas as quintas-feiras, o garotinho visita os amigos no abrigo e cria um momento especial para contar histórias aos animais abandonados. Tudo começou há seis meses, quando a tia de Jacob, que resgata animais que estão nas ruas, notou o carinho especial do sobrinho pelos cães. De lá para cá, essa relação de carinho e cuidado só cresceu, provando que o coração do menino autista de seis anos tem um lugar especial para os cachorrinhos do abrigo.

Depois da escola, Jacob se senta em frente às gaiolas dos animais e lê contos diversos, ato que tem transformado e estimulado a capacidade de conversação e socialização do menino. Durante as sessões de histórias, Jacob consegue acalmar a ansiedade e realmente focar naquela atividade; apesar de simples, foco e calma são verdadeiros desafios para crianças autistas. Os animais do abrigo também dão um propósito de vida para Jacob, que entende a importância do próprio gesto.

“Se eu ler para os cachorros, eles sairão das gaiolas e encontrarão um novo lar. Eles precisam encontrar novos donos porque se sentem muito sozinhos”, explica o pequeno. Mas ele não é o único beneficiado dessa brincadeira toda, tá? Cachorros que foram adotados precisam passar por um processo de adaptação antes de conhecer a casa nova. Jacob ajuda nesse sentido, confortando os amigos e mostrando que não há nada a temer nessa nova etapa.

Não tem como não se emocionar, né? Jacob tem muito o que ensinar a todos nós!

Sem mais artigos