(Da redação) – No primeiro dia de propaganda eleitoral veiculada nas rádios, nesta quarta-feira, 20, os 11 candidatos à prefeitura de São Paulo deram início ao horário eleitoral gratuito. A partir das 7 da manhã, Marta Suplicy (PT), Gilberto Kassab (DEM) e Geraldo Alckmin (PMDB) disputaram com as legendas menores os 30 minutos destinados às suas propostas.

Marta, da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo", abriu espaço nos seus pouco mais de 6 minutos no rádio para uma mensagem do presidente Lula, durante uma simulação de um telefonema de uma pessoa importante, que dizia: "A volta de Marta é o de melhor que pode acontecer". Logo, Kassab ocupou o maior tempo, cerca de 8 minutos e meio. O candidato da coligação "São Paulo no Rumo Certo" guiou seu programa no sentido das comparações e teve como alvo a petista Marta.

O tucano Alckmin, da coligação "São Paulo, na Melhor Direção", utilizou apenas 4 minutos e meio no rádio, mas contou com o voto de confiança do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "O povo de São Paulo precisa de um bom prefeito. Por isso, eu voto nele (Alckmin)", disse FHC. Entre outras propostas, houve espaço, também, para as conhecidas marchinhas, forrós e outras músicas que acompanham esses programas.

Paulo Maluf (PP) iniciou sua participação no horário eleitoral embalado pelo rap "Esse é o Cara", enfatizando sua habilidade de fazer obras na cidade. Levy Fidelix veio acompanhado com a marchinha ""Vem, vem, vem que tem, Levy Fidelix é o homem do aerotrem". Soninha resolveu não utilizar canções ou qualquer outra produção. A candidata do PPS apenas ocupou os quase dois minutos no rádio para adiantar uma de suas 18 propostas para a cidade.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos