A jovem indiana Rupa, de 22 anos, é uma das mais de 1500 vítimas de ataque de ácido no mundo que conseguiu sobreviver. Depois de passar seis anos escondendo suas cicatrizes do seu rosto com um lenço, resolveu mostrar para o mundo as marcas dessa terrível agressão.

Ela posou ao lado de outras cinco jovens garotas que também foram vítimas dessa agressão para divulgar a Rupa Designs, sua marca de roupas.

O fotógrafo indiano Rahul Saharan foi o responsável pela sessão de fotos, que de acordo com Rupa em uma entrevista ao jornal The Daily Mail, é uma “homenagem a todas as corajosas que passaram por essa tortura horrível”.

Ela conta que sempre sonhou em ser estilista, e que sempre perseguiu esse sonho, mas que nunca havia imaginado que um dia poderia criar sua própria marca.

Parte dos lucros da marca são destinados a mulheres que sofreram esse tipo de agressão. Rupa, que abdicou o nome do pai após ele ter ficado do lado da madrasta, que foi considerada culpada por jogar o ácido no rosto da garota, também é uma das líderes da campanha Stop Acid Attacks, que auxilia as vítimas desse tipo de violência bastante comum na Índia.

Veja na galeria acima algumas das fotos de divulgação da Rupa Designs!

Sem mais artigos