IR Solidário: saiba porque destinar o seu Imposto de Renda é importante

Campanhas de doações contribuem diariamente com projetos, instituições e causas sociais. O engajamento da população é fundamental para que o ato de solidariedade chegue em quem mais precisa. Nos meses de março e abril, os brasileiros têm a oportunidade de ajudar sem gastar um centavo a mais com isso. Até dia 30 de abril, os contribuintes podem destinar até 3% do seu Imposto de Renda para projetos sociais, transformando toda a burocracia do processo em uma contribuição para a comunidade.

A destinação do Imposto de Renda ainda é pouco difundida no Brasil. Segundo dados da Receita Federal, o potencial de doação dos brasileiros é superior a 4 bilhões, e mais de 97% dos contribuintes não realizam essa destinação. “É essencial levarmos a informação de que este valor, que já seria pago ao governo de qualquer forma, pode transformar a rotina de crianças e adolescentes em todo Brasil. Vale reforçar que este valor vai ser de muita importância para diversos projetos continuarem seus atendimentos”, revela Rodolfo Schneider, gerente de engamento e mobilização de recursos do Marista Escolas Sociais.

Como destinar o Imposto de Renda

A opção está disponível para as pessoas que optam pelo modelo completo (modelo pelas deduções legais)  na hora da declaração. Se a pessoa tiver imposto a restituir, o valor doado é acrescentado ao montante (calculado no sistema da Receita) e ela recebe no período de restituição. Caso o contribuinte tenha imposto a pagar, o valor doado é descontado do débito. Pensando nas dúvidas que podem surgir na momento da declaração, o site impostosolidario.org.br foi criado, para que o contribuinte possa conferir o passo a passo de todo o processo e realizar a sua doação.

Porque é importante doar

A destinação do Imposto de Renda fortalece projetos de alto impacto na sociedade. Um deles é o Educação – O Futuro é para Todos, que vai beneficiar mais de 5 mil crianças e adolescentes em áreas de vulnerabilidade social nos estados de São Paulo e Paraná, ou o Projeto Espaço literário em Santa Catarina.

Com as contribuições, os projetos preveem a expansão de laboratórios de ciência e informática, aquisição de novos livros para Bibliotecas comunitárias, formação para professores de escolas públicas e novos equipamentos eletrônicos. “As instituições no geral costumam receber muitas doações no formato emergencial quando algo acontece, como roubos ou catástrofes. Com o Imposto Solidário, o brasileiro tem a oportunidade de criar uma cultura de doação, acompanhar os projetos aos quais destinou dinheiro, por meio das redes sociais, por exemplo. É uma forma cidadã de fazer o bem para o próximo”, reforça Schneider.

Marista Escolas Sociais

Marista Escolas Sociais atende gratuitamente 7700 crianças, adolescentes e jovens por meio de 20 Escolas Sociais, localizadas em cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Os alunos atendidos nas Escolas Sociais têm acesso a uma educação de qualidade e gratuita que vai desde a educação infantil até o ensino médio, além de projetos educacionais e pedagógicos que acontecem no período de contraturno escolar.

IR Solidário: saiba por que destinar o seu Imposto de Renda é importante

Sem mais artigos