A americana Chastity Patterson, de 23 anos, perdeu o pai há 4 anos. Desde então, ela manda mensagens diárias para o antigo número de telefone dele lhe contando tudo o que acontece em sua vida.

Na última semana, ela enviou mais uma mensagem rotineira dizendo que o dia seguinte seria difícil, já que completaria 4 anos da morte do pai. Na mensagem, ela conta sobre carreira, sobre como venceu um câncer, como teve o coração partido, como comprou um novo cachorro e como tem sido a relação com a mãe.

“Eu me tornei uma mulher ainda mais forte. Ainda continuo deixando a mamãe louca. Acho que estou preparada para ter filhos, mas tenho medo de me casar e ter que entrar na igreja sozinha. Mas eu estou bem e você teria muito orgulho de ver a mulher que me tornei”, ela escreve.

Para sua surpresa, alguém do outro lado da linha respondeu. Um homem, que se identificou como Brad, disse que recebe as mensagens de Chastity durante todo este tempo e que isso salvou sua vida porque ele havia perdido a filha em um acidente de carro.

“Olá querida, não sou seu pai, mas tenho recebido suas mensagens. Fico esperado elas chegarem de manhã e pela noite. Perdi minha filha em um acidente de carro e seus textos me mantém vivo. Sinto muito que tenha perdido alguém tão próximo, mas tenho te escutado ao longo dos anos e visto o quanto cresceu e por quanta coisa passou. Sempre quis te responder, mas não queria te chatear. Você é uma mulher extraordinária e gostaria que minha filha tivesse se tornado alguém como você”, ele escreve. No fim da mensagem, Brad termina: “se cuida e espero pelas novidades amanhã”.

A troca de mensagens se tornou viral no Twitter e já teve mais de 220 mil compartilhamentos.

Pai se transforma em ‘mãe’ para celebração escolar de Dia das Mães:

Sem mais artigos