Juiz perdeu a licença para exercer o cargo em Nova Jersey por mau comportamento

Um juiz do Estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos, perdeu a sua licença depois de fazer uma série de perguntas absurdas a uma vítima de estupro em um caso de 2018 e por mau comportamento em julgamentos. A decisão saiu nesta terça-feira pela Suprema Corte e impede agora que John F. Russo Jr. exerça o cargo em todo o território estadual.

Quanto ao julgamento do caso de estupro, considerado uma das situações mais desagradáveis causadas pelo magistrado, John chegou a perguntar à mulher se ela havia “fechado as pernas” no momento do ato hostil.

“Você bloqueou as suas partes íntimas? Fechou as pernas? Chamou a polícia? Fez alguma dessas coisas mencionadas?”, dissera o juiz no momento do julgamento.

“Seu padrão de má conduta e comportamento antiético não só prejudicou a integridade de diferentes processos judiciais, como também prejudicou a sua integridade e a do Judiciário”, informou a Corte.

Sem mais artigos