(Da redação) – O prefeito Gilberto Kassab (DEM) foi proibido de usar a marca do leite em pó Ninho em sua campanha, no programa eleitoral gratuito. A decisão do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) usou o argumento de que a campanha de Kassab violou o artigo 26 da resolução 22.718 do TSE, que proíbe a utilização comercial do horário político.

A propaganda de Kassab, logo no começo da campanha, mostrava latas de leite Ninho para falar do programa Leve Leite, que contempla cerca de 1,1 milhão de crianças por mês. Desde o início da semana, a marca começou a aparecer borrada, mas a marca do leite ainda estava clara.

A representação contra Kassab foi apresentada ao Ministério Público pela petista Marta Suplicy.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos