(Da redação) – Na madrugada desta quinta-feira, 17, Salvatore Cacciola, ex-dono do Banco Marka, desembarcou no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, Rio, às 4h30 da manhã.

Durante o processo de transferência de Cacciola, do Principado de Mônaco para o Brasil, os advogados do italiano conseguiram liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que ele não viesse algemado e nem fosse fotografado na chegada.

Segundo a Agência Brasil, o advogado do ex-banqueiro, Carlos Eluf, disse que seu cliente está feliz em voltar para o Brasil. Eluf entrou com um pedido de habeas corpus e acredita que em dez dias Cacciola estará em liberdade.

Cacciola estava preso em Mônaco desde setembro do ano passado. Porém, sua condenação a 13 anos de prisão foi anunciada em 2005, acusado de gestão fraudulenta e desvio público de dinheiro. Em 1999, para salvar o banco Marka da falência, o Banco Central socorreu-o com uma operação que gerou prejuízo de 1,5 bilhão de reais aos cofres da União.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos