O escritor Marcelo Rubens Paiva, que despontou na literatura brasileira com Feliz Ano Velho, de 1981 – no qual relata o acidente que o deixou tetraplégico – voltará à não-ficção 32 anos depois.

De acordo com o jornal O Globo, o autor renovou contrato com o selo Alfaguara, da editora Objetiva. Além das 11 obras que publicou pela empresa, ele prepara um novo livro de não ficção, o primeiro do gênero desde sua estreia.

Nas últimas três décadas, Rubens Paiva se consolidou como romancista e dramaturgo com obras como Blecaute (1986), Bala na Agulha (1994) e Malu de Bicicleta (2004).

Sem mais artigos