(Da redação com informações da agência Ansa) – Um debate realizado hoje sobre as eleições norte-americanas promovido pelo Fórum Brasil-Estados Unidos concluiu que a eleição do candidato republicano John McCain à presidência dos Estados Unidos iria favorecer as exportações brasileiras.

Para a diretora do Centro de Política Hemisférica da Universidade de Miami, Susan Kaufman Purcell, McCain parece ser melhor para o Brasil por ter se declarado a favor da eliminação da tarifa de importação do etanol brasileiro e do fim dos subsídios ao etanol de milho. Já o candidato democrata Barack Obama diverge dessas posições.

Purcell também afirmou que McCain defende a entrada do Brasil no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O diretor do Instituto Brasil do Centro de Woodrow Wilson, Paul Sotero, destacou a importância do Brasil nessas eleições, por ser um país “líder em agricultura e em novas energias renováveis”. Ele também consedera McCain o melhor presidente norte-americano para o Brasil. “McCain tem a plataforma que mais interessa, já que é a favor do comércio. Mas isso poderia ser levado a cabo? A Câmara vai estar com ainda mais democratas depois dessa eleição”, afirmou.

Sotero disse que Obama possui posições mais complicadas, ligadas a questões sociais e ambientais, colocando desafios com os quais os brasileiros querem debater. “Mas um presidente democrata teria chances de debater melhor? Em tese. Clinton precisou de apoio republicano para aprovar o Nafta”, lembrou Sotero.

Novo discador V2. Navegue
pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa
loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos