Bentley Boyers é um garotinho de dois anos, morador do Michigan (EUA), que ganhou na semana passada uma nova amiga canina. Só que este foi um encontro bastante especial, pois ambos nasceram com uma fenda palatina, uma malformação congênita que causa uma abertura no lábio superior, podendo atingir o céu da boca e a base do nariz e ocasionar uma ligação direta entre eles.

Ao verem que o pet tinha a mesma característica que o filho, os pais Ashley e Brandon não hesitaram em levá-la. Desta forma, poderiam mostrar ao pequeno que ele não está sozinho.

“Ver que [Bentley] tem algo em comum com o filhote significa muito, porque ele pode crescer e entender que eles possuem um traço em comum”, explicou a mãe ao site WILX.

O cão entrou na vida da família após Brandon ir ao canil local no intuito de adotar duas galinhas. Durante a visita, ele se deparou com o pet de dois meses e ligou para a esposa.

“Ele me ligou pelo FaceTime [aplicativo de chamada de vídeo] e disse: ‘acho que essa tem uma fenda palatina’. E eu respondi: ‘vamos pegá-la. Precisamos dela'”, contou Ashley.

O encontro entre os novos amigos aconteceu na sexta-feira (3) e foi acompanhado pela equipe da WILX. Bentley estava animado, com um grande sorriso e distribuindo beijos na cadela. Ele a abraça e parece não acreditar que ganhou uma amiga: “é meu cachorrinho”, repete.

Reprodução/WILX

O Abrigo Animal do Condado de Jackson relatou ao veículo que o animal tinha sido resgatado há uma semana. A malformação não a impede de ser ativa e a organização acredita que isso não impactará em sua qualidade de vida.

“Difícil colocar em palavras o quão significativa é esta adoção para nós”, afirmou o abrigo em uma publicação no Facebook. “Eles se amaram instantaneamente”, descreveram.

Sem mais artigos