(Da Redação) – Um motorista foi multado sob a acusação de dirigir a 880 km/h em uma rua de Niterói, no Rio de Janeiro. O engenheiro de alimentos Rafael de Andrade, de Brasília, dono do carro motor 1.0, foi pego por um pardal e recebeu punição de R$ 127,69. A velocidade máxima do local era de 60 km/h.

O engenheiro se recusa a pagar a multa e entrou com recurso no Departamento de Trânsito (Detran) de Niterói (RJ), que não suspendeu a punição. Já o Detran de Brasília diz que o documento do carro só sai se ele pagar a dívida.

Para se ter uma idéia, a velocidade aferida pelo pardal equivaleria a mais de quatro vezes a velocidade média da volta mais rápida do inglês Lewis Hamilton (208 km/h) no treino livre desta sexta-feira para o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1. Hamilton foi o mais veloz do dia.

Sem mais artigos