A americana Molly Ortwein, de 47 anos, foi submetida durante o tratamento de câncer de mama a mastectomia, que consiste na remoção de um ou ambos os seios, parcial ou completamente. Ao descobrir que a operação a deixaria com cicatrizes ela resolveu tatuar os mamilos com um desenho estilizado.

Não só Molly mais muitas outras mulheres vítimas de câncer já tiveram essa mesma atitude e como ela, fazem parte do projeto criado pelo americano Noel Franus, o P.INK (Personal Ink), que é uma plataforma que reúne tatuadores nos EUA para oferecer tatuagens nos seios a mulheres que sobreviveram à doença.

Assista abaixo a história de Molly e como foi o procedimento da sua tatuagem!

Mulher sobrevivente de câncer de mama faz tattoo incrível para cobrir seios

Sem mais artigos