A fotógrafa patagônica Paola Pierini conseguiu reunir 50 mulheres para posar completamente nuas por uma causa beneficente. As fotos, que fazem parte de um calendário, serão vendidas para comprar um mamógrafo para o hospital da cidade onde elas vivem, em Villa La Angostura, na Patagônia.

O calendário será vendido a partir de novembro pela internet e com entrega a domicílio. Ao todo serão impressos 2.000 exemplares que serão oferecidos a 250 pesos cada um. Se venderem todos, elas vão conseguir os R$ 500 mil para comprar o equipamento.

Além da compra do equipamento, o grupo, composto por donas de casa, comerciantes, arquitetas, professoras, publicitárias e funcionárias públicas quer enviar a outras mulheres comuns a mensagem de que devem se aceitar como são, sem plásticas ou “marcadas pela vida”.

Pierini diz que “não pretende que o ensaio seja parecido com a revista Playboy”, mas mostrar a mulher “com arte e respeito”. “A pressão que a sociedade impõe é muito forte e difícil de aguentar. Então pensamos: por que não mostrar o corpo sob outra perspectiva? Fotografias do corpo de uma mulher real, com os peitos caídos, as cadeiras largas, mas que ao mesmo tempo represente uma mulher bela e verdadeira”, afirmou.

O calendário só terá 12 fotografias de mulheres e as outras farão parte de uma exposição virtual.  

Sem mais artigos