Imagine a sorte de poder trocar o caos de São Paulo por uma toca aconchegante e quentinha como a dos hobbits, o povo feliz de “Senhor dos Anéis”. Calma, não precisa ir para a Nova Zelândia para alcançar essas maravilhas. A Escandinávia, região que abrange Dinamarca, Suécia e Noruega, tem muitas dessas casas de telhados verdes, que mais parecem ter brotado das montanhas, simplesmente.

O que acontece é que a Associação Escandinava dos Telhados Verdes tem estimulado esse tipo de construção há muitos anos, na esperança de que a população conviva com um pouco mais de verde no dia-a-dia. As vantagens desse tipo de telhado envolvem uma melhor absorção da água da chuva, redução do aquecimento da instalação e, consequentemente, menos gastos com ar-condicionado e afins. Fora que o planeta agradece essa equação que leva menos concreto e mais grama, não é?

Escolha a sua favorita aqui na galeria:

Sem mais artigos