Público assiste aos shows pelo telão na segunda noite do projeto Circo Voador - Exagerado 30 anos, no Arpoador.

(Crédito: Pedro Carrilho)

Colaboração: Bruna Senos

A céu aberto, mas sem tempo ruim: os fãs que não conseguiram ingresso para o segundo dia de apresentações do Circo Voador no Arpoador não ficaram de fora da festa que celebra os 30 anos do hit Exagerado, de Cazuza, e aos 450 anos do Rio de Janeiro. Muitos deles aproveitaram as apresentações pelo telão, do lado de fora da lona, com o pé na areia, na beira do mar.

Os amigos e estudantes Lucas Marques, de 21 anos, Julia Queiroz, de 20, Leandro Freitas, 21, e Maria Alice Ferreira, de 20 anos, estavam cheios de expectativa para assistir ao show da banda Suricato, mas chegaram tarde demais. Para não perder a viagem, sentaram-se na areia mesmo, e curtiram a experiência de ver a banda “de pertinho” pela primeira vez de um jeito não convencional: “Não imaginávamos que ficaríamos de fora, mas somos fãs e vamos curtir assim mesmo”, contou um deles.

Os estudantes Lucas Marques, 21 Julia Queiroz, 20 Leandro Freitas, 21 Maria Alice Ferreira, 20, assistem show da banda Suricato pelo telão na praia na segunda noite do projeto Circo Voador - Exagerado 30 anos, no Arpoador.

(Crédito: Pedro Carrilho)

A inglesa Naomi Orton, de 34 anos, foi com o amigo Ítalo Araújo, de 25, curtir a noite na praia, ao som da Blitz: “O Rio é um lugar único. Isso aqui, essa sincronia tão natural do ambiente urbano com a praia é algo que só existe aqui”, conta ela, que mora há 6 anos na cidade, e que, além de sua terra natal, já morou por 4 anos na França.

Ítalo Araujo, 25, e Naomi Orton, 34, assistem show da banda Suricato na segunda noite do projeto Circo Voador - Exagerado 30 anos, no Arpoador.

(Crédito: Pedro Carrilho)

Já a médica militar Juliana Bloch, de 30 anos, que foi acompanhada do marido Douglas Mastodonte, 35, e dos amigos Samira Weisten, 23, e Marcelo Filho, de 28, estava menos animada com a ideia de não conseguir entrar no Circo: “Eu fiquei um tempão para conseguir os ingressos, de plantão na internet, e eles esgotaram antes que eu conseguisse pegá-los”, contou, frustrada. Apesar disso, fez questão de não perder a festa, e estava otimista para tentar conseguir entrar no Baile do Almeidinha, que acontece hoje no local: “Amanhã eu vou tentar de novo, e espero conseguir. Senão, volto aqui outra vez para aproveitar”, contou.

Douglas Mastodonte, 35, lutador. Juliana Bloch, 30, médica militar Samira Weinstein, 23, vendedora, e Marcelo Filho, 28, lutador, assistem show da banda Suricato na segunda noite do projeto Circo Voador - Exagerado 30 anos, no Arpoador.

(Crédito: Pedro Carrilho)

Veja em nossa galeria como foi a segunda noite do Circo no Arpoador:

Sem mais artigos