Mulheres têm lutado contra a violência

Paulo Pinto/ AGPT/Fotos Públicas Mulheres estão lutando contra a violência

O número de casos de estupro em São Paulo subiu 7% em 2017 em comparação com o ano anterior. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e apontam a falta de eficiência nas campanhas contra a violência que tem a mulher como alvo.

A informação está no relatório mensal elaborado pela pasta que foi divulgado nesta quarta-feira (25). Foram 1.797 casos registrados entre janeiro e setembro, contra 1.680 no mesmo período de 2016, com uma diferença de 117 casos de um levantamento para o outro.

Com relação a estupros de vulneráveis, a estatística se manteve estável nos dois anos apresentados, com 147 casos para cada período.

Vale destacar que o relatório só leva em consideração casos que foram denunciados e registrados em Boletim de Ocorrência. Ou seja, há grande probabilidade de esse número ser maior.

Sem mais artigos