Como você se imagina no futuro? A fotógrafa Kyoko Hamada, fascinada pelo tema da idade, decidiu criar a série I Used To Be You (Eu Costumava Ser Você, em tradução livre), em que tirou autorretratos dela em uma versão daqui 30 anos.

Para criar as imagens, a artista inventou uma personagem chamada  Kikuchiyo-san, uma mulher idosa que vive em Nova Iorque e passe por todas as dificuldades das pessoas mais velhas: a falta de respeito para encontrar um lugar para sentar no metrô, o caminhar demorado por conta do inchaço nas pernas e, claro, a felicidade e saudosismo por tudo que viveu na juventude.

A primeira vez que se viu no espelho na pele de Kikuchiyo-san, Hamada sorriu e começou a imaginar como seria encontrar sua “versão mais nova” andando pela cidade, segundo informações do Hello Giggles.

“Quando penso no que aconteceria se esbarrássemos em uma estação de trem lotada ou durante um passeio no parque, eu fico apreensiva imaginando-a dizer ‘eu costumava ser você'”, explica a fotógrafa.

I Used To Be You se transformou em um projeto sem data para acabar, tanto que Hamada já tem 99 retratos de Kikuchiyo-san e, agora, seu principal objetivo é juntar todas as fotos em um livro que  narre a história de uma mulher confrontada pelos obstáculos físicos de Nova Iorque e também as adversidades psicológicas da idade.

Dá só uma olhada nas fotos incríveis:

Sem mais artigos