(Da redação) – As doenças do coração são as principais causas de morte no estado de São Paulo. O infarto ocupa a primeira posição, acima de derrames, câncer e causas relacionadas à violência e trânsito. Ainda assim, a população paulista demonstra não ter noção da gravidade dessas doenças e nem como evitá-las. As conclusões surgiram de uma pesquisa realizada para a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) pelo Datafolha, na qual foram ouvidas 2.096 pessoas em 85 cidades, com idades entre 14 e 70 anos.

Apontado como o principal vilão da saúde cardíaca pela população (32%), o cigarro na verdade perde para a obesidade abdominal como causa mais comum de problemas. O colesterol, terceiro maior fator de risco, após os dois já citados, foi apontado como perigoso por apenas 15% dos entrevistados. Para o diretor da divisão de pesquisas da Socesp, Álvaro Avezum, os dados são preocupantes, porque demonstram que o grau de conscientização sobre os fatores é inferior a 30%. “70% da população do Estado não reconhece os fatores de risco associados a infartos, derrames, que são responsáveis por mortes no Estado", disse.

Avezum explicou ainda a gravidade de um ataque cardíaco com dados estatísticos: das cerca de 300 mil pessoas que sofrem infartos anualmente no Brasil, um quarto estão no estado de São Paulo. A cada dez vítimas, três morrem em casa ou a caminho do hospital. E, a cada sete socorridos, um acaba falecendo. Dos seis que recebem alta, um acaba morrendo em um prazo de até um ano.

(com informações da Folha Online)

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Publieditorial: Mulher cria vestido que vira porta pra comer BIS escondida

Sem mais artigos